Kyiv-Pechersk – sede da Igreja Ortodoxa

Muita gente não sabe, mas a sede da igreja ortodoxa é em Kiev. Um bocadinho aquilo que o Vaticano representa para os católicos. O mosteiro Kiev-Petchersk é o mosteiro mais antigo da Ucrânia e a sua existência remova ao seculo XI. Em 1990 foi declarado património da humanidade pela Unesco (assim como a catedral de Santa Sofia). Este mosteiro embora não fiquei muito perto do resto dos pontos a visitar, mas não deve ficar jamais fora do seu roteiro. Esta zona tem uma área mais alta e uma mais baixa. Não se esqueça de ir a parte mais baixa pois é aí que encontra as grutas.

2018-03-30 15.03.20.jpg

É aqui que vemos em todo o esplendor as igrejas ortodoxas. E o que eu amo igrejas ortodoxas! Desafio qualquer um a encontrar uma parede que não tenha uma pintura, um detalhe. E a fé das pessoas é algo que me transcende e que deve ser vivenciado por todos. Não se admirem de terem alguma pessoa a reclamar por terem as pernas cruzadas ou outro motivo que nunca irão perceber (eles insistem em reclamar convosco em Ucraniano embora seja claro que não percebamos nada…). Faz parte, abracem a experiencia. Eu dei por mim a cobrir o cabelo apesar de nunca o ter feito numa igreja católica. Percebi que se sentiam mais confortáveis se o fizesse e embora não seja obrigatório por respeito, fi-lo.

Os principais edifícios no complexo a visitar são:

– Grande Torre Lavra

– Catedral Dormition

– Refeitório

– Grutas – a visita a’ gruta é toda feita a luz das velas, super giro!

 

Informações:

Horário: 9:00 – 19:00, Apr-Sep, 9:00-18:00 Oct-Mar, Caves 8:30-16.30

Entrada paga

Website: http://www.warmuseum.kiev.ua

Morada: Lavrska St, 15, Kyiv, Ucrânia, 01015

 

O que comer na Ucrania

Por norma sou uma esquisitinha para comer. Para contar todos os alimentos que não gosto precisariam de 4 mãos e 5 pés e mesmo assim tenho a certeza que sobravam coisas…

No entanto a Ucrania surpreendeu-nos muito. Talvez porque tenha visto muitos vídeos do Samuel e da Audrey e ter ficado com muita curiosidade (aqui, aqui e aqui por exemplo) comemos durante toda a estadia apenas em restaurantes locais.

Dos pratos que experimentamos os que preferi foram:

  • Dumplings – de carne, de peixe ou de legumes, foram todos maravilhosos. Podem encontrar fritos ou cozidos a vapor, são todos OPTIMOS!

2018-03-30 14.15.24-1.jpg

  • Panquecas de Batata – esquisito e oleoso mas bem gostooooosooooo!

2018-03-31 21.16.04.jpg

  • Borscht – Sopa tradicional da Ucrania

2018-03-30 19.13.39.jpg

  • Chicken Kiev

2018-03-30 14.15.34-1.jpg

  • Sopa de cogumelos em pão – Ainda me estou a babar!

2018-03-30 19.13.55-1.jpg

  • Strudel – eu sei que e’ estranho, mas foi optimo!!

2018-03-30 20.37.37.jpg

  • Panquecas – neste caso com nozes e mel

2018-03-30 20.40.05.jpg

  • Um pao com queijo e ovo dentrooooooo2018-03-31 20.44.11.jpg

 

Como ir do aeroporto de Kiev para o centro da cidade

Tentamos ao máximo nas nossas viagens utilizar os meios de transportes locais. Evitamos táxis e transfers e mesmo num país cujo alfabeto não e’ o mesmo, não foi exceção. Embora existam outras opções a que decidimos foi pelo Skybus, um autocarro que vai do aeroporto (terminal D, embora também exista no terminal B) e o centro de Kiev. Quando sair do terminal vera alguns autocarros e numa das colunas estará identificada a paragem destes autocarros. Poderá confundir um pouco porque alguns dos autocarros não dizem skybus mas sim 322 mas não se preocupe, se tiver duvidas pergunte aos outros passageiros (foi o que fizemos). A mala terá de ser colocada na bagageira e basta ocupar um lugar livre. Não se preocupe com o bilhete, o condutor ira recolher o dinheiro antes da viagem começar. O bilhete custa 100 Ukrainian grivnas (cerca de £2.7) por pessoa e não e’ possível comprar logo com retorno. O autocarro deixá-lo-á no estacão central de comboios de Kiev (Pivdenny Station). Se pretende da paragem do autocarro ate ao metro (Volkzana) terá de entrar no estacão de comboios e percorre-la toda (mesmo toda!) ate ao fim, saindo mesmo do edifício. Quando sair do edifício da estacão basta olhar para o seu lado esquerdo e vera o símbolo do metro.

Para regressar ao aeroporto basta apenas ir ate ao mesmo ponto onde saiu e apanhar dai o mesmo autocarro.

Existe outra paragem na cidade mas não só não é tao central como também existe o risco de não ter lugar e ter de ir em pe.

Ucrânia — Custos

A Ucrânia foi provavelmente o país mais barato para onde já viajei. E gosto de ser sincera com quem lê estes posts e falar abertamente de custos. Eu viajo com um budget restrito. Não que coloque um número na cabeça mas no estilo de viagens que faço tento ao máximo não gastar muito se acho que o benefício que vou ter da experiência não compensa. Não durmo em hostels há uns aninhos (já lá vai o tempo) mas não fixo por norma em hotéis de 4/5 estrelas (salvo rarissimas e justificadas exceções. Aqui vão os custos totais de uma viagem de 4 dias, no feriado da pascoa, por duas pessoas:

Voo: £75 pp = £150

Parque estacionamento aeroporto: £21.5

Hotel: £140 (3 noites + early check in no primeiro dia)

Visita Chernobyl: £70 pp = £140

Transportes: £6.5 pp = £13

Comida (incluindo supermercado): £43 pp = £86

Entradas em sítios turísticos: £7.08 pp = £14.18

Souvenir: £2.7

TOTAL: £567.38

2018-03-31 17.07.16.jpg

E porque a Ucrania?

A este tipo de perguntas idiotas eu normalmente respondo “E porque não?”. Excluir um pais sem sequer se ter dado ao trabalho de pesquisar sequer um pouco é só parvoíce…

Kiev tem tudo para ser uma cidade bonita! Dezenas de igrejas, inclusive a sede da igreja ortodoxa (um bocadinho como o vaticano para os católicos). E se as igrejas católicas são bonitas, as ortodoxas não ficam nada atras. Todo o interior é super detalhado, o cheiro a incenso la dentro, o fervor religioso que vemos em todos os fieis é algo do outro mundo!

E depois há a comida, para mim SUPER importante! Frango a’ Kiev nasceu ali mesmo! E já vi sopas de cogumelos em pão, panquecas de batata, restaurantes construídos a volta de uma arvore, enfim, o meu estomago já esta a bater palminhas!

E por fim tem Chernobyl. Tendo nascido um mês depois do desastre nuclear sempre me lembro de ouvir a historia de Chernobyl como algo remoto, que aconteceu num país longínquo. Ter a oportunidade de ver com os meus olhos é algo fantástico! É perfeitamente seguro, segundo o que li a exposição a radiação é a mesma que se tem num voo de longa duração e nunca ouvi ninguém dizer a outra pessoa para não fazer um voo de 8 horas porque vai ter muita exposição a radiação…

Se vou ver muitos animais abandonados? Tenho a certeza que sim! Muita pobreza? Aposto que a cada esquina. Mas não é por não ir a estes países que a pobreza vai desaparecer… Pelo contrario, ao ir la deixo la dinheiro que pode ser reinvestido na economia.

Por isso não digam não antes de pesquisarem. Não critiquem quem decide escolher estes destinos mais estranhos ou exóticos. Os motivos que estão por trás de pessoas escolherem estes paises podem ser muito pessoais…

Live from Ukraine

Não sei bem o motivo mas vir até à Ucrânia não foi algo que entrou cedo na minha wish post. Talvez depois de ter lido posts de pessoas que visitaram Chernobyl e alguns vídeos sobre Kiev é que comecei a pesquisar mais a sério. Talvez tenha sido o facto de terem tido um período conturbado em 2014, não sei… Só sei que dos países de leste este é o que mais me tem surpreendido. Kas próximas semanas publicarei mais detalhes mas aqui vão algumas fotos dos primeiros dois dias

20180331_150127Museu de Chernobyl

20180330_182920Bilhete de autocarro — 4 UAH / 0.12€

20180331_181410.jpgIgreja de Santo André