Viagens

Cotswolds – O que visitar

Tres dias dao uma boa ideia geral das Cotswolds. Como em tudo nunca esperem ver TODOS os pontos num tao curto espaco de tempo mas nao era o nosso objetivo.

Aqui fica um resumo dos pontos que visitamos

  • Torre de Broadway – Sempre que pesquisar sobre as Cotswolds vai ver uma foto desta torre. Nos optamos por fazer um hiking que incluia passar na torre logo no primeiro dia.

2020-07-10 15.56.12

  • Arlington Row em Bibury – uma rua bem fofinha com as casas tipicas das Cotswolds. Para a encontrar e’ super facil, basta seguir os turistas todos

20200711_181525

  • Bourton-on-the-Water
  • Stow-on-the-Wold

2020-07-11 17.04.34-1_2020-07-11 17.04.40-1_0000

  • Gloucester
    • The Docks
    • Catedral de Gloucester

2020-07-12 11.44.32_2

Viagens

Cotswolds – Hiking

Se ha coisa que o Reino Unido e’ conhecido e’ pelo hiking. Nao ha nenhum ingles que eu conheca que nao pratice, mais ou menos assiduamente esta modalidade. Se por um lado e’ pelo exercicio, por outro porque te permite estar em contacto mais proximo com a natureza.

Quando comecei a pesquisar sobre as Cotswolds percebi que existia um dos caminhos mais conhecidos de hiking do pais, o Cotswolds Way. Assim, decidimos logo que iriamos fazer algumas caminhadas. Infelizmente nao pudemos fazer tantas como gostariamos apenas porque eu tive um problema de costas. No entanto aqui ficam algumas dicas:

  • Se estiver de carro pode escolher uma trilha circular. Embora estas nao sejam tao comuns assim e’ possivel e assim nao tem de se preocupar em encontrar alternativas
  • Dependendo do trajeto va mais ou menos preparada. No nosso caso todos os caminhos que fizemos foram de 2/3 horas e ficavam perto de vilas pelo que decidimos apenas levar agua e comida
  • Vai atravessar muitos portoes. No Reino Unido existe uma coisa que se chama o direito de passagem. Assim, todos os terrenos agricolas tem de ter uma forma de as pessoas poderem atravessa-los se assim o desejarem. As principais dicas em relacao a isto sao ter cuidado para nao estragar plantacoes e deixar SEMPRE os portoes fechados

No nosso caso escolhemos 3 caminhos circulares e que pudessem ser feitos no maximo em 3 horas. O nosso preferido foi o “Broadway and the Tower” pois passava no principal monumento desta zona, a torre Broadway.

O meu sitio preferido para encontrar trilhas e’ o site National Trails.

Viagens

Cotswolds – algumas dicas

Recomeçaram as viagens, yeahh!

No início de julho o governo britânico reabriu devagarinho a possibilidade de turismo interno. Nós decidimos fazer um fim de semana prolongado. Os únicos critérios eram que fosse uma zona do reino unido que nunca tivéssemos visitado e que não tivéssemos de viajar mais do que umas duas a três horas. Foi assim que dá decisão caiu em visitar as Cotswolds.

Para quem não sabe as Cotswolds são uma região sudoeste do Reino Unido. A cerca de umas duas horas do centro de Londres está região situada entre Bath e Gloucester e alberga paisagens naturais únicas, vilarejos do mais típico que podem imaginar e tem possibilidade de hiking quase ilimitadas. A Costwolds Way é uma das caminhadas mais conhecidas do país e é conhecida pelas suas vistas lindas!

Desta vez não fiz o registo dos custos (Shame on me!) mas posso deixar algumas dicas para ajudar a programar uma visita a esta zona:

– escolham uma base no centro da regiao para dormir. Embora a região seja extensa no máximo numa hora estão em qualquer ponta das Cotswolds se escolherem um alojamento na zona centro. No nosso caso ficamos em Stroud

– as melhores alturas para visitar são provavelmente julho e agosto uma vez que os campos de lavanda estão abertos a visitantes.

– há zonas que têm muitos turistas, o que arrepia muito em termos de Covid hoje em dia

– se optarem por fazer hiking (que recomendo muito!) sugiro que escolham algum que passe por um monumento histórico para terem um objetivo concreto e aproveitarem o tempo

– 3 dias são suficientes para conhecerem a zona, 4 se quiserem aproveitar para conhecer Bath. Isto para o caso de quererem fazer com calma, se não tiverem muito tempo da para concentrar em dois dias, basta não fazerem caminhadas 🙂

– a zona não é muito cara comparada com outras zona do reino unido, como Londres, a Cornualha ou mesmo o norte de Inglaterra. Uma refeição em média ficou-nos por cerca de £20, o apartamento onde ficamos custou cerca de £100 por noite.

 

 

Viagens

Musicais em Londres – como poupar na compra de bilhetes

Não é preciso conhecer Londres a fundo para saber que quando visitar esta cidade vai ter de parar no West End para assistir a um musical. O primeiro que assisti foi o Blood Brothers em 2009, na primeira vez que fui a Londres. Passaram alguns anos até que voltei a entrar em outro musical mas o bichinho ficou. O J. não gosta muito de musicais mas vem sempre. Já adormeceu em alguns, já adorou outros, já ficou indiferente em mais ainda mas como sabe que eu amo alinha sempre!

A lista dos musicais e peças que já tive o prazer de ver no reino unido já é interessante mas a principal razão pela qual consigo ir quase uma vez por mês ao teatro é porque consigo bons negócios. Um bilhete para uma peça de teatro custa na boa entre 50 a 100 libras por pessoa, mas estes preços não o devem assustar, há alguns truques:

– vá a teatros fora de Londres. Muitas dos espetáculos mais conhecidos vão em tour pelo país fora e são MUITO mais baratos do que ir a Londres. Por exemplo, vimos o avenida Q por £15, o Rain Man por £19, só porque evitamos ir a Londres. Isso significou que tivemos de esperar mas não me importo. Siga os teatros mais perto de si para não perder nada. No nosso caso os mais perto são Windsor ou Woking, ambos fantásticos!

– vá ver peças de companhias semi profissionais – já há anos que queria ver o Cats mas tem estado fora de cartaz há algum tempo. Como fui ver uma produção de um grupo mais jovem paguei apenas £17.5. se não tivesse lido com antecedência que não eram profissionais juro que não tinha reparado!

– aproveite as promoções de ano novo do London Theatre. Normalmente acontece em dezembro e pode comprar bilhetes com grandes descontos para ir ao teatro em janeiro em fevereiro. Pode encontrar informações sobre a próxima promoção aqui.

– compre bilhetes à última hora. Online ou no Tkts (em Leicester Square) pode encontrar óptimos preços

– tente encontrar um grupo que venda bilhetes ao preço de grupo. Eu faço parte deste e já usei vezes sem conta. A desvantagem é que não pode escolher um dia ou assento específico mas os preços valem muito a pena

– Warm up – alguns artistas, principalmente comediantes, fazem espectáculos para uma audiência pequena para testar o texto antes da tournee. Normalmente os bilhetes são muito acessíveis para estes espetáculos.

 

 

Viagens

Bletchley Park

Este post encerra o ultimo de quatro posts sobre palacios, castelos e parques que visitei em 2019 no Reino Unido (para ja, claro!).

Sabem aquele sitio que nunca ouviram falar na vida mas que quando descobrem sentem que agora aparece em todo o lado? Pois Bletchley Park e’ assim para mim.

Bletchley Park (ou Station X) e’ nada mais do que uma instalação militar secreta que funcionou durante a Segunda Guerra Mundial, onde se localizavam os serviços onde se procurava decifrar os códigos alemães. Foi aqui que esteve Alan Turim com a sua equipa a decifrar a maquina enigma, a mais complexa e temida máquina de encriptação usada durante esta época. Os historiadores estimam que este feito encurtou a guerra em dois anos.

Existem diversas series e filmes que retratam o trabalho incrível que foi feito neste complexo, dos quais recomendo obviamente o “Imitation Game” e uma série muito pouco conhecida chamada “The Bletchley Circle” (disponivel no Netflix).

2019-03-02 12.05.42

Atualmente o espaço e’ um museu onde podem aprender mais sobre os metodos de desencriptacao utilizados, os grandes nomes que por aqui passaram, mas também o trabalho árduo que centenas de homens e mulheres fizeram para ajudar com o fim da guerra. Grande parte destes trabalhadores não puderam nunca falar da sua contribuição fulcral durante a guerra.

Morada: The Mansion, Bletchley Park, Sherwood Dr, Bletchley, Milton Keynes MK3 6EB

Quando visitar? Todo o ano.

Preço: £20

 

Viagens

Palacio Blenheim

Nao sei porque e’ que nunca tinha falado do Blenheim Palace, uma vez que ja fui la duas vezes desde que comecei a escrever regularmente por aqui. No entanto, como ando numa de escrever sobre sitios no Reino Unido chegou a altura de escrever sobre o Palacio de Blenheim.

Este palacio, pertence a familia Churchill, foi onde nasceu Winston Churchill, o famoso primeiro ministro britânico que estava no governo durante a segunda guerra mundial.

Atualmente patrimônio da Unesco e’ a única residência não pertencente a coroa que tem o titulo de palacio. Construido no século XVIII, foi inicialmente planeado para ser oferecido a John Churchill, pela vitória na Batalha de Blenheim. Winston Churchill nasceu aqui por acaso, uma vez que estava planeado nascer em Londres. Segunda conta a historia, a mãe de Churchill não para um segundo o que fez com que o parto tenha acontecido mais cedo do que planeado.

A entrada neste monumento não é nada barata, £27, no entanto pode ser convertida num bilhete anual.

Os jardins sao majestosos e merecem sem duvida uma visita tambem.

A primeira vez que fomos a Blenheim Palace na verdade foi em Dezembro do ano passado para ver o espectáculo de luzes de Natal que oferecem. Se puderem ir nao percam, foi o melhor que já vi na vida!

 

Morada: Woodstock OX20 1PP

Quando visitar? Todo o ano. O espetaculo de Natal acontece em Dezembro e os bilhetes tem de ser comprados com antecedencia.

Preço: £27 por pessoa que pode ser convertido num bilhete anual

Viagens

Jardins Ramster

Se há coisa que o Reino Unido tem para dar e vender são casas senhoriais e jardins do outro mundo. A maioria são conhecidos do grande público e basta 5 minutos no google, mas ha outros que nao sao tao conhecidos e a não ser que um amigo ou colega vos diga dificilmente saberão da sua existência. Um destes casos e’ sem dúvida os jardins Ramster. Estes jardins estão localizados em Chiddingfold, Surrey, bem perto de Guildford e estão abertos apenas em determinadas alturas do ano, na Primavera e no Outono, pelo que as visitas ao espaco tem de ser programadas. O bilhete custa £7.5 por pessoa e inclui o parque de estacionamento.

Na entrada e’ dado um mapa que e’ super util para perceberem se estao a saltar alguma parte importante do jardim. Entre estatuas, bancos de madeira, recantos, lagos, pontes, todos os cantos deste jardim merecem uma foto.

Morada: Petworth Rd, Chiddingfold, Godalming GU8 4SN

Quando visitar? Entre Marco e Junho ou entre Outubro e Novembro. Datas estão disponíveis no site

Preço: £7.5 por pessoa

Viagens

Highclere Castle

Este post inaugura uma série de 4 que vou falar de parques e edifícios no Reino Unido que não constam naquele roteiro basico. Por isso nenhum destes posts retratam espaços em Londres, para obrigar que se visitem sítios fora do normal.

Highclere Castle e’ sem dúvida uma das casas senhoriais mais conhecidas do Reino Unido. Nao reconhece o nome? E que tal esta imagem.

tour_img-395266-146
Imagem retirada daqui

Sim, Highclere Castle foi o cenario escolhido para filmar Downton Abbey. Quem nao se perdeu de amores pela serie que retrata a vida aristrocatica de Mary, Edith and Sibly, os seus amores e desamores, a primeira guerra mundial, os escandalos!

Highclere Castle esta localizado perto de Newbury no condado de Berkshire e a melhor forma de chegar e’ sem duvida de carro. Existe imenso estacionamento para visitantes e o parque de estacionamento esta incluido no preco. No entanto se optar por ir de transportes publicos tera de apanhar um comboio ate Newbury ou Andover e depois apanhar um taxi. Nao se esqueca de ficar com o contacto do taxi porque nao existe nenhuma praca de taxis no castelo.

Uma visita ao Highclare Castle nao pode ser decidida no calor do momento. A casa apenas abre algumas semanas por ano e os bilhetes esgotam muito rapidamente. O meu conselho e’ que estejam atentos ao site e mal abram os bilhetes comprem porque eles voam.

Visitamos Highclere Castle ha 4 anos atras mas na altura nao tinha visto ainda a serie, pelo que este ano quando surgiu a ideia de irmos com os primos do J. decidimos ir novamente. Para terem ideia de como os bilhetes voam compramos em Marco para irmos em Agosto.

Na realidade a propriedade pertence a familia dos condes de Carnavon. O atual conde de Carnavon e’ casado com a designer de moda Fiona J. M. Aitken e foi ela que revolucionou a familia. Foi ela que conseguiu que a serie fosse filmada no castelo, que tornou a propriedade um negocio muito rentavel. E’ possivel casar aqui, dormir num dos cottages, ir a concertos e muito mais. A familia ainda reside nos terrenos da propriedade mas ja nao reside na casa, no entanto ainda usam a casa como seu lar e vao encontrar varias fotos da familia nas divisoes.

Nao e’ possivel tirar fotos no interior da casa mas fizemos a nossa sessao de fotos ca fora. As divisoes da casa sao lindas, especialmente o hall do rés do chão.

Todas as fotos foram tiradas da pagina do castelo

IMG_1687 (1).JPG

Morada: Highclere Park, Highclere, Newbury RG20 9RN

Quando visitar? O castelo esta aberto poucos dia por ano, estejam atentos ao site e comprem assim que sao lancados.

Preço: £16 por pessoa

Viagens

Londres – Tour “Mulheres incríveis e seus legados”

Quando moramos algum tempo num sítio temos tendência a descurar descobrir novos espaços, novos museus, novos restaurantes. E embora eu não moro Londres acabei por nos últimos anos evitar ir la. Porque gosto da minha paz do campo, porque é confuso, porque tenho tendência a explorar novos países. Mas este tour foi excepção.

Há vários anos que sigo a Heloísa Righetto. O seu trabalho na área do feminismo é notável e tenho aprendido imenso nesta jornada do feminismo com ela e com o conexão feminista. Já há dois anos que a Heloísa faz este tour em Londres. Mas por um motivo ou por outro ainda não tinha conseguido fazer este tour. Mas finalmente depois deste tempo todo finalmente consegui uma data que coubesse com a minha agenda.

Não vou ser spoiler porque acho que estragaria completamente a surpresa mas este tour acontece a sexta feira a noite e durante duas horas e meia (a três) preparem-se para percorrer praças e ruas mais ou menos conhecidas e conhecer mulheres mais ou menos conhecidas da história. Políticas, enfermeiras, amantes, entre outras, todas estas mulheres têm em comum terem marcado a história. 

Este tour não tem tem datas específicas e têm de estar de olho no Facebook da conexão feminista ou no Instagram da Heloísa para as novas datas.

Ah, antes que me esqueça, a Heloísa vai também fazer um tour sobre a Jane Austen em Julho, ainda não está esgotado por isso aproveitem!

20190322_192020.jpg

Links importantes:

Facebook da Conexão Feminista

Instagram da Heloísa Righetto

 

Viagens

Aspire Lounge – Heathrow Terminal 5

A rede de lounges da Aspire está entre os meus lounges preferidos. E recentemente tive a oportunidade (que paguei do meu bolso, claro!) de visitar o Aspire Lounge do terminal 5 em Heathrow. E’ estranho que embora este seja o terminal que mais uso, nunca tenha visitado este lounge.

20190130_093842.jpg

Localizado no piso 0, junto a porta A18 (quem passa a seguranca vira a direita, desce as escadas rolantes e continua na mesma direcao), este lounge tem a configuracao mais estranha que ja vi, um L que estranhamente resulta, pois permite que exista uma vista sobre as pista unica!

20190130_095412.jpg

Não espere muito sossego por aqui. Visitei este Lounge numa manhã de quarta feira em Janeiro (provavelmente o mês mais calmo) e mesmo assim estava bastante cheio.

Esta rede de lounges tem como público alvo executivos. Diria que 80% das pessoas que encontrei neste lounge estavam sozinhas e pelo menos metade destas estavam a aproveitar para trabalhar (tal como eu).

Como visitei o lounge de manhã quando cheguei ao lounge apenas estava disponível pequeno almoço. Aqui podem encontrar uma variedade de pequeno almoço britânico e continental. Bacon frito, salsichas, porridge convivem lado a lado com cereais, iogurte e fruta. Super bem abastecido, durante o tempo que estive la não vi faltar nada. Também podem contar com vários tipos de iogurtes, geleias, doces e manteigas para o pão, bebidas quentes e frias e ainda sumos. Curiosamente encontrei também leite de soja. E’ bom ver a preocupação destes espaços em ter opções para todos os tipos de dieta (embora eu seja uma omnivora convicta, daquelas que come carnuncha, gluten e lactose :)).

 

No entanto, cerca das 11:30 disponibilizaram o menu de almoco que era optimo! Pastas, arroz, sopa, queijos, bolo e varias saladas podem ser encontradas. Mais uma vez tudo tinha um aspeto delicioso, valeu super a pena!

Também podem encontrar um bar, que obviamente pela hora que visitei não tinha muita gente.

20190130_095429.jpg

A minha única crítica vai apenas para o espaço reservado para pessoas que vão aproveitar para trabalhar. Os bancos são fixos ao chão e pessoas como eu bem pequenitas tem de se sentar na ponta do banco para ficarem perto da mesa. De resto, se o objetivo e’ descansar podem encontrar várias zonas de mesas e cadeiras para descansarem e comerem.

A entrada custou £20 uma vez que tenho o cartao Priority Pass.