Viagens

Japao – e a comida?

Quem me conhece sabe que amo sushi! Mas, tal como tinha lido antes de visitar o Japao, o sushi foi uma desilusao la. Alias, para ser sincera, tanto o J. como eu nao nos demos nada bem com o sushi por la. Digamos que a comida tinha pressa de sair….

No entanto AMEI a comida no Japao. Ao contrario do que me tinham avisado nao fiquei nada enjoada da comida (excepto do pequeno almoco, ja nao podia ver mais pequenos almocos japoneses a frente!). E o que comi?

Ramen – Uma sopinha que amo e que comemos provavelmente quase todos os dias. Cada zona do Japao tem a sua variante mas nos preferimos os Ramens de Toquio.

 

 

 

Pequeno Almoco – Os que apanhamos foram buffet. Na imagem em baixo e’ possivel ver a nossa escolha num destes dias. No tabuleiro da esquerda uma opcao mais europeia (a minha) no da direita um mais japones (do J.) que inclui peixe, arroz, legumes, e feijoes.

2018-06-15 08.52.00.jpg

Dons – se calhar este nao e’ o nome mais correcto ms basicamente sao noodles ou arroz por baixo e um tipo de carne ou peixe por cima. Existem dezenas de variantes!

 

 

 

 

Sushi – dispensa apresentacoes

 

 

 

Kobe Beef – podem ver mais detalhes no post sobre Kobe e Nara

2018-06-17 17.23.54.jpg

 

Yakitori – espetadas de carne que se podem encontrar na Piss Alley

2018-06-09 20.26.19.jpg

Sabendo que o ingles nao e’ muito falado por la sempre pensamos que teriamos dificuldade em pedir comida por la. Na verdade nao podiamos estar mais enganados. A maioria dos restaurantes tem exemplos dos pratos na montra (plastificados, super reais!!) ou no menu e em muitos deles a comida pede-se numa maquina a entrada que tem as imagens tambem. Quando nao tinhamos apontavamos, nao podia ser mais simples! Em todos os restaurantes serviram-nos agua e/ou cha sem sequer ter sido necessario pedir que era gratuito.

 

 

 

Viagens

Nara e Kobe

Quando se pesquisa um pouco sobre locais no Japao que merecem uma visita Nara e Kobe aparecem no topo dos resultados. E como nenhum destes locais necessita de mais do que meio dia para visitar (embora, se tiverem tempo sugiro que o facam) decidimos combina-los num so dia, com partida de Osaka.

Nara e’ conhecida pelo seu imenso parque natural que alberga centenas de veados. O parque fica a cerca de 5 minutos a pe da estacao de comboio e prepare-se para caminhar. Dentro do parque prepare-se para encontrar imensos templos que merecem uma paragem. Um dos pontos centrais destes parques sao as centenas de lanternas de pedra que ladeiam os caminhos.

 

Por fim, nao se esqueca de visitar o Greatest Eastern Temple, que e’ a maior construcao de madeira do mundo!

2018-06-17 12.29.27.jpg

Daqui partimos para Kobe. Ate ter comecado a pesquisar sobre o Japao nunca tinha ouvido falar em Kobe ou no bife Kobe. Se, tal como eu, e’ um leigo nesta questao fique a saber que o bife Kobe vem da vaca da estirpe Tajima do gado wagyu. Ficou na mesma? Pois nao ficou a saber mais do que eu. Sei que para o J. era algo que nao podiamos perder e, como tal, juntou-se a lista. O bife Kobe e’ conhecido por ser carissimo, na boa pode pagar 100 libras apenas por um prato e isso estava fora de questao para nos. Como tal pesquisamos sobre varias opcoes de comer bife Kobe mais em conta e encontramos este blog e descobrimos que a meio da tarde (quando chegamos a Kobe) o melhor sitio para comer Kobe beef era em China town. Nao perdemos tempo e fomos directos la. Se gostei da experiencia?? AMEI!!! Que carne tenrinha!! Por isso aqui fica a dica! Ah, antes que me esqueca, tambem comemos dim sums muito bons! Vao encontrar um que tem uma fila gigantesca, um conselho, nao vao a esse, sao pessimos!

 

 

 

Viagens

Roménia – e a comida?

Já se sabe, comer é sempre uma parte importante das nossas viagens. Desta vez tivemos oportunidade de visitar dois restaurantes super típicos, o Hanu’ lui Manuc e o Caru’ cu Bere. O primeiro fica numa praça aberta e tem música ao vivo e o segundo tem uma sala magnificamente decorada e tinha dança ao vivo.

Nestes dois espaços tivemos oportunidade de experimentar várias comidas típicas:

Mici – uma carne picada, servida em formato de salsicha super deliciosa (e pesada)

2018-05-26 21.12.40~2

Mamaliga – uma espécie de papa (ou pure) também conhecido por polenta, feita de milho que normalmente serve de acompanhamento (em baixo a acompanhar o sarmale)

Sarmale – uns crepes de recheio de carne embrulhados por couve – o João adorou tanto que comeu isto nos dois restaurantes (daí as duas fotos)

2018-05-27 21.45.11

2018-05-26 21.12.32~2

Para além destas comidas que experimentamos existem outras que não tivemos oportunidade tais como salada de vinete e papanasi (sobremesa).

E eu que não gosto de sobremesas descobri que adoro struddel de maçã recentemente e não resisti a experimentar no cucu bere. Vão por mim, experimentem, nunca comi um tão bom na minha vida!

2018-05-27 22.14.17

20180527_210726.jpg
Interior do Caru’ cu Bere com danca ao vivo
20180526_184135.jpg
Vista panoramica do Hanu’ lui Manuc
Viagens

Ucrania – Mais comida

Para nos a comida não costuma ter uma importância tao grande nas viagens, mas desta vês foi algo muito importante.  Kiev reúne em si restaurantes que cumprem os 3 principais requisitos: BBB (bom, bonito e barato!).

Aqui vão algumas recomendações de alguns dos restaurantes que frequentamos e quanto pagamos em media. Spoiler alert: todas as refeições foram mega baratas

  • Katyusha – uma rede de restaurantes espalhado pela cidade toda com uma decoração anos 80 giríssima, horários alargados (alguns deles abertos 24 horas por dia). Media de preco por refeição: 7~10 libras para os dois.

Site: http://katysha.com.ua/

2018-03-30 13.48.55_2018-03-30 13.49.04_0001.jpg2018-03-31 20.02.22.jpg

 

 

1

  • O’Panas – construído a volta de uma arvore e localizado no meio de um parque este restaurante é um pouco mais caro do que o Katiusha mas o menu também é um pouco mais elaborado. Foi aqui que comemos uma sopa fantástica de cogumelos e o melhor strudel da minha vida! A’ noite tem musica ao vivo e reserva é aconselhada uma vez que estava cheiíssimo! Media de preco por refeição: 20~30 libras para os dois.

Site: http://www.opanas.com.ua/en/

Morada: Tereshchenkivs’ka St, 10, Kyiv, Ucrânia, 01004

 

 

Viagens

O que comer na Ucrania

Por norma sou uma esquisitinha para comer. Para contar todos os alimentos que não gosto precisariam de 4 mãos e 5 pés e mesmo assim tenho a certeza que sobravam coisas…

No entanto a Ucrania surpreendeu-nos muito. Talvez porque tenha visto muitos vídeos do Samuel e da Audrey e ter ficado com muita curiosidade (aqui, aqui e aqui por exemplo) comemos durante toda a estadia apenas em restaurantes locais.

Dos pratos que experimentamos os que preferi foram:

  • Dumplings – de carne, de peixe ou de legumes, foram todos maravilhosos. Podem encontrar fritos ou cozidos a vapor, são todos OPTIMOS!

2018-03-30 14.15.24-1.jpg

  • Panquecas de Batata – esquisito e oleoso mas bem gostooooosooooo!

2018-03-31 21.16.04.jpg

  • Borscht – Sopa tradicional da Ucrania

2018-03-30 19.13.39.jpg

  • Chicken Kiev

2018-03-30 14.15.34-1.jpg

  • Sopa de cogumelos em pão – Ainda me estou a babar!

2018-03-30 19.13.55-1.jpg

  • Strudel – eu sei que e’ estranho, mas foi optimo!!

2018-03-30 20.37.37.jpg

  • Panquecas – neste caso com nozes e mel

2018-03-30 20.40.05.jpg

  • Um pao com queijo e ovo dentrooooooo2018-03-31 20.44.11.jpg