Viagens

Interrail – o nosso roteiro

Um dos problemas de começar o Interrail em Portugal e’ a distância do nosso país ao centro da Europa. Claro façam este interrail com tempo nao ha problema nenhum, mas nós já trabalhavamos na altura e tinhamos o tempo contado, como tal decidimos poupar os 2 dias de ida e os 2 de regresso voando para o primeiro destino e do último para Portugal.

Assim, no nosso roteiro ficou:

Voo Lisboa – Roma

Dia 1 a 3 (31/07 a 02/08) – Roma

Dia 4 e 5 (03/08 a 04/08) – Viena

Dia 6 (05/08) – Bratislava

Dia 7 e 8 (06/08 a 07/08) – Budapeste

Dia 9 e 10 (08/08 a 09/08) – Prague

Dia 11 (10/08 a 13/08) – Holanda

Voo Eindhoven – Porto

 

 

 

Viagens

Interrail

Há 10 anos atrás embarcamos para a nossa primeira grande viagem. Durante 14 Dias percorremos de comboio seis paises.

Na verdade eu não queria fazer esta viagem. Mas vários amigos fizeram e o J. insistiu muito. Tentei negociar fazermos um interaereo (so com aviao!) mas o máximo que consegui foi viajarmos de avião para o primeiro destino e regressar de avião para Portugal. Passamos por Italia, Austria, Eslovaquia, Hungria, Republica Checa e Holanda.

E então o que e’ o interrail? O interrail e’ um passe que lhe permite viajar de forma livre por toda a Europa sem limite de viagens. O passe mais conhecido e’ o Interrail Global pass que da para viajar em 31 paises da europa. Existem 5 modalidades de bilhete de interrail:

  • 5 ou 7 dias num mes
  • 10 ou 15 dias em dois meses
  • 15 dias seguidos
  • 22 dias seguidos
  • 1/2/3 meses seguidos

Nós optamos por fazer a opção de 7 dias no prazo de um mês que lhe permite utilizar 7 dias de comboio a escolha dentro do período de um mês.

Existem descontos consoante a idade, e devido as características da viagem, sugiro que o façam bem novos, não mais de 25 anos :).

Nos próximos posts irei falar sobre como se preparar para uma viagem destas e os pormenores que tem de preparar.

2010-08-03 - Chegada à estação - SDC13067.JPG

Uncategorized

Viagens em 2020

Embora o plano para 2020 passe por acalmar as viagens não vão parar, prometo!

Em 2019 aprendi que os planos não estão sempre escritos em pedra, mesmo quando as viagens já estão marcadas. Desmarcamos uma viagem em junho porque conseguimos alterar os planos, uma em setembro, por cansaço e outra em dezembro porque perdemos alguém da família.

Mas planos são planos e para já temos marcado:

– Médio Oriente: Creio que já disse por aqui que sou apaixonada pelo médio oriente. Depois de Israel e do Dubai agora é finalmente a vez da Jordânia. A viagem não vai ser muito longa mas vai ser suficiente para cobrir Petra e o deserto Wadi Rum

– Bálcãs: Pouco depois de regressarmos da Jordânia é altura de rumar aos Balcãs para um fim de semana na Albânia.

– Portugal: Desta vez em família iremos regressar a Madeira com os pais do J.

– Ásia: Iremos desta vez duas vezes à Ásia. Na primeira viagem visitaremos Bali e na segunda a China e as Filipinas

– África: O J. já não vai a África há uns anos e desta vez visitaremos a Tunísia

– Europa: Na segunda metade do ano iremos à Suíça pagar uma promessa de 8 anos com amigos!

Para já não é nada mau! No entanto sei que não vai ficar por aqui tendo em conta que a maioria destas viagens são no primeiro semestre. Também gostava de me iniciar no Ski. Também quero ver se vou a Holanda, a Alemanha, são sítios onde quero sempre voltar para ver as pessoas de quem gosto. Por fim gostava de retirar alguns países da Europa da lista que faltam visitar, talvez a Bielorrússia, a Moldávia e alguns dos países dos Bálcãs… 

E por aí, quais são os planos para 2020?

Dia a Dia

Resoluções de ano novo

No ano passado foi a primeira vez que não me esqueci 5 minutos depois que resoluções de ano novo tinha feito. Aqui que o facto de ter escrito aqui sobre elas ajudou a querer cumpri-las.

E, como tal, decidi escrever também para 2020. Que ano tao redondinho, vamos la aproveita-lo bem!

  • Escrever duas vezes por semana aqui no blog – inicialmente escrevia apenas duas vezes mas chegou a uma altura que tinha tanto para escrever que decidi passar a tres. Isso coincidiu com uma altura da minha vida que tinha mais tempo disponível ao final do dia mas ja nao acontece agora. Foi dificil nos ultimos meses manter o ritmo de 3 posts por semana pelo que vou reduzir. Se for necessario aumento mas o compromisso sera mesmo so 2.
  • Viajar menos – eu sei que falhei redondamente este objetivo no ano passado mas eu ja nao tenho 20 anos e ja custa recuperar de uma noite mal dormida. Assim fica aqui como objectivo nunca viajar dois fins de semana seguidos (embora já saiba que em abril vá falhar mas não posso faltar ao aniversário da minha irmã que faz 20 anos este ano (20 mais IVA, IRS, imposto de luxo, IMI, taxas alfandegárias e sabe lá mais o quê – não estou autorizada a divulgar a idade da minha irmã!))
  • Fazer exercicio duas vezes por semana – a partir de Agosto aumentei a frequencia para duas vezes por semana mas a partir de Outubro baldei-me muitas vezes por causa de visitas, viagens e trabalho (e porque sou preguiçosa!)
  • Trabalhar ainda mais – não em horas porque quero continuar a sair cedo mas 2020 promete em termos profissionais. Procrastinar menos basicamente!
  • Continuar a tocar piano – em 2019 resolvi começar a tocar piano (tenho base de formação em órgão) e relembrou-me o quanto amo tocar!
  • Perder peso (sempre aqui!)
  • Continuar a estreitar laços com as pessoas! Preciso das pessoas que amo a minha volta, quero continuar a estar aqui para elas como elas estão para mim! 2019 mostrou-me que as pessoas são muito importantes para mim, não importa há quanto tempo estão na minha vida…

Por fim queria agradecer muito a quem veio aqui visitar, comentar, quem enviou emails. Este blog recebeu quatro vezes mais visitas em 2019 face ao ano anterior. Como sabem este blog é apenas um hobby. Jamais aceitei algum tipo de oferta, colaboração, desconto, pelo que todos os posts são a minha opinião 100% sincera. Obrigada a quem teve paciência para acompanhar.

Dia a Dia

2019 em revista

Lembram-se de ter dito que queria menos? Menos viagens, menos cansaço, mais tempo em casa? Pois bem, esse plano saiu completamente ao contrário. Viajamos mais este ano, passamos ainda mais tempo fora de casa.

Janeiro

Começamos o ano com uma semana completamente desligados do mundo. O meu último semestre do ano é sempre o caos no trabalho e o ano passado foi um ano de esforço redobrado para o J. que foi promovido pelo que estávamos mesmo a precisar desta pausa.

20190120_094515.JPG

Uma semana e pouco depois eu voei a trabalho para Belfast numa viagem que emendei com uma ida a Portugal para ver a minha melhor amiga grávida antes de ter a A.

20190130_095412.jpg
Viagens a trabalho nunca dão grandes fotos!

Fevereiro

Rumamos ao sul de França e ao Mónaco para uns dias de sol e muita vitamina D.

20190215_125420.jpg

Março

Depois de um fim de semana em familia, voltamos ao sul da Europa mas desta vez para uma viagem a Itália e a São Marino

Abril

Fizemos a viagem do ano ao sudeste asiático onde visitamos Singapura, Vietname, Cambodja e a Tailândia.

Maio

Voltamos a Portugal para visitar bebés de amigos e fomos com os primos do J. a Normandia.

Junho

Fiz uma viagem com uma amiga até às ilha do Sal em cabo verde e menos de 48 horas depois de regressar fui com o J. para Istambul.

Julho

Tecnicamente a viagem de Istambul estendeu-se até Julho mas tirando isso não viajamos para mais lado nenhum. Por outro lado o tempo no reino unido esteve óptimo pelo que aproveitamos o nosso jardim como nunca!

Agosto

Passamos grande parte do mês sem viajar mas no fim de semana prolongado fomos até a Alemanha.

Setembro

A loucura das viagens recomeçou. Começamos por uma viagem a Sicília, seguida Portugal e acabamos por cancelar a viagem ao Kosovo e a Macedónia porque ficamos exaustos. Arrependimento zero, serviu de lição.

Outubro

Mais uma viagem a Portugal e uma visita a Alemanha para estarmos com os primos do J. que moram neste país

Novembro

Uma ida a Portugal para festejar o Natal mais cedo uma vez que o meu pai não passou o natal em Portugal. Este ano não tivemos viagem aos mercados de Natal porque tivemos um imprevisto familiar que nos fez cancelar esta viagem e voar até Portugal.

Dezembro

Este ano tivemos a sorte de conseguir tirar uma semana no Natal e rumamos claro, a Portugal!

FB_IMG_1572768255446

(Imagem de 2018)

Voos: 38 voos! Sim, batemos o record…

Kms percorridos de avião: 87375 (+35% do que em 2018)

Países visitados: 18

Continentes Visitados: 4

Noites fora de casa: mais de 70 (começo a perceber porque é que a nossa gata se queixa)

Novos países visitados: 9 (Cuba, Mónaco, São Marino, Singapura, Vietname, Cambodja, Tailândia, Cabo Verde e Turquia)

Total de países visitados acumulado: 54, but who is counting, right?

 

 

Uncategorized

Musicais, Teatro, Concertos – os meus preferidos de 2019!

Depois do post sobre como conseguir bilhetes para espetáculos mais baratos aqui vai uma humilde opinião sobre os espetáculos que mais gostei este ano. Não tenho nenhum preferido pelo que a ordem é um pouco indiferente.

– Book of Mormon – animado e aconselho muito mesmo que não goste de musicais. Precisa de ter algum conhecimento de inglês para perceber as piadas e muito sentido de humor! A história conta a aventura de dois jovens adultos fiéis a religião mórmon que vão para África tentar evangelizar pessoas.

– Come From Away – uma hospedeira de bordo brasileira que mora em Seattle que eu sigo recomendou e mal estreou em Londres marquei. A história é baseada em factos reais passados no 11 de setembro numa cidade do Canadá onde em duas horas a aterraram dezenas de aviões devido ao fecho do espaço aéreo americano. Que história fantástica!

– 9 to 5 – nada a ver com as duas anteriores. Muito mais teatral e levezinha com um toque feminista tal como amo! É baseada no filme dos anos 90 com o mesmo nome e a música 9 to 5 ainda está na minha cabeça!

– Spice girls – provavelmente o espetáculo do ano. Cresci a ouvir Spice girls mas nunca tive oportunidade de assistir. Fui sozinha e amei!!!

– Jack Whitehall – se vêm Netflix vão provavelmente deparar-se mais tarde ou mais cedo com a série “travels with my dad”. Não vou ser muito spoiler mas imaginem juntar pai e filho numa viagem onde o pai só quer luxo e calma e o filho hostels e aventuras. É de partir a rir! O filho nesta série é o Jack Whitehall, um comediante muito conhecido por aqui que eu sigo há um ou dois anos. Encheu o O2 este ano com o seu novo espetáculo de stand up em novembro e nós amamos. Foi a primeira vez que assistimos ao vivo a um espetáculo de stand up comedy num sítio tão grande e como eu sou um bocado surdeta estava com receio. Mas nada a temer, vão perder algumas palavras obviamente, tal como perdi quando fui uns meses antes ver um espetáculo de stand up em português, mas nada que atrapalhasse…

Para o ano já tenho algumas peças e espetáculos marcados, estou super entusiasmada com a estreia do Pretty Woman, Queen e Adam Lambert e Sisters Act (do cabaré para o convento). Alguém desse lado que queira sugerir algumas peças?

 

Viagens

Tours no Sri Lanka

Desde já tenho de deixar uma nota. Quando decidimos ir para a Asia em Junho sabiamos que teriamos de fugir da maioria dos lugares turísticos por causa da meteorologia que não nos era favoravel de todo. Assim sendo decidimos abraçar as dificuldades e visitar apenas o que fosse possível. Como ficamos instalados mais a sul no Sri Lanka, bem longe das bem famosas viagem de comboio e da Cidade Antiga de Sigiriya optamos por fazer outras coisas mais próximas de nós.

No total fizemos 3 tours, um para ir ver os elefantes, templos e uma plantação de chá, outra para ver baleias e finalmente uma a Colombo, a capital do Sri Lanka.

Não me recordo quanto pagamos pelas 3 viagens mas marcamos tudo com alguém que o hotel nos recomendou e fizemos tours privados.

Dia 1: Visita ao santuario dos elefantes, plantação de chá e templos

Hoje em dia não fazemos turismo que envolva animais. Já na altura quando fomos a este santuário recusamos qualquer contacto com os elefantes porque não achamos natural. Hoje em dia já não repetiria este tour por estes motivos.

Dia 2: Visita as baleias

As fotos nao estao nada de jeito mas amamos esta visita! No final pedimos para passar numa organização que apoia tartarugas em perigo.

Dia 3: Colombo

Uma vez que a capital ficava bem longe do nosso hotel decidimos deixar este tour para o ultimo dia e pedimos ao guia para nos deixar no aeroporto no final.

 

Viagens

Cinnamon Bentota Bey Hotel – Sri Lanka

Quando começamos a pesquisar hotéis no Sri Lanka queriamos que cumprissem os seguintes requisitos:

  • Tudo incluido que incluisse hoteis a la carte
  • Luxo (para a Asia!)
  • Spa
  • Piscina
  • Que fosse no sul da ilha uma vez que o tempo no norte nao e’ tao certo nesta altura do ano

Foi entao que descobrimos o Cinnamon Bentota Bey Hotel. Inicialmente recebemos orçamentos de uma agência de viagens mas achamos que eram demasiado caros. Pesquisamos então tudo separado e com o dinheiro que poupamos pudemos marcar uma suíte neste hotel! Fica a dica, vale sempre a pena pesquisar todas as opções.

Este hotel tem duas piscinas, uma que pode ser usada por toda a gente e uma segunda exclusiva aos quartos superiores e as suítes. Como fomos em baixa temporada tivemos dias seguidos onde não estava mais ninguém na segunda piscina.

Ao pequeno almoço podem contar com um buffet muito bom no restaurante Büfe. Ao almoco estao abertos o Büfe, Fire e num bar que dá apoio a piscina exclusiva aos quartos superiores e as suites. No jantar funciona o servico e a la carte e para além destes dois restaurantes (Büfe e Fire) e caso o regime de alojamento que pediram inclua esta opcao, podem ir ainda ao Mezz (cozinha arabe), 800 Degrees by Tandoori (indiano), Rock Salt (internacional), e ainda um japonês. Foi a escolha mais acertada que tivemos. Nunca estivemos num hotel, antes ou depois de termos ficado neste, com tanta variedade. Repetimos os restaurantes quantas vezes quisemos e em algumas noites fomos os únicos clientes.

O hotel dispoe de duas suites, uma mais central, por cima da recepção, e outra mais afastada. Nos ficamos na mais afastada e ainda bem. Que paraiso na terra! A suite era composta por duas casas de banho, sendo que uma tinha chuveiro e banheira, cozinha, sala de jantar, sala de estar, closet, um quarto enorme e uma varanda com piscina privativa.

Finalmente quero so referir que nos fizemos um pedido especial ao hotel. Uma vez que era a nossa lua de mel decidimos pedir um “trash the dress” com um jantar especial onde pudessemos ler os votos que tinhamos escrito um para o outro mas que nao queriamos dizer no casamento em frente a todos os convidados. Posso dizer que o hotel foi fantástico e organizou uma noite muito especial.

 

 

Dia a Dia

E quando os amigos saem do Reino Unido?

Aqui está algo que nunca pensei escrever. Quando nos mudamos para o reino unido tivemos imensos amigos que se mudaram. Uns regressaram pouco tempo depois mas a maioria ficou. Mas 2019 foi o ano de dizer adeus a alguns amigos. Alguns mudaram para Portugal porque a família estava a aumentar, outros para outros países porque receberam propostas irrecusáveis.

E sou sincera, fiquei de coração partido. Chorei pelas duas partidas, destroçaram-me o coração, mas não sou ninguém para lhes pedir que fiquem. A vida continua e sei que se todos quisermos, vão continuar bem próximos do meu coração. Mas custa, se custa caramba! E não, não tenho truques para saber lidar com a partida, apenas sei que apenas posso dar força, um abraço apertado e estar cá para eles.

Quando se decide mudar de país os amigos viram a família que não temos aqui. São quem se liga quando temos um dia daqueles e precisamos de sair, são quem se liga quando os filhos ficam doentes e não conseguem sair de casa para ir buscar aquele medicamento, que vai buscar os miúdos a escola quando algo acontece. Temos uma sorte infinita de termos feito e fortalecido aqui amizades muito boas, mas temos noção que o Reino Unido não é, para a maioria das pessoas, onde querem ficar para sempre.