Viagens

Como minimizar problemas com perda de malas

Nós fazemos cerca de 30 voos por ano… Já contamos certamente com algumas centenas já perdemos a conta! No entanto as estatísticas dizem que o número de malas perdidas é baixo, mas pode acontecer.

Ao longo dos anos li, criei e aprendi diversas técnicas para minimizar o impacto de malas perdidas. Aqui vai o resumo dos meus truques:

1) se não tiver de fazer check in da mala não o faça. Assim evita que esta corra o risco de ela não chegar ao destino.

2) cruze pertences. Se viajar com mais alguém, coloque alguns pertences dessa pessoa na sua mala e vice versa.

3) carregue consigo uma muda de roupa.

4) coloque uma etiqueta com os seus contactos. Isto é exatamente útil em casos de transporte que não seja de avião (já conto a minha experiência em baixo) ou caso a etiqueta da mala se rasgue pelo caminho. Basta colocar o seu número de telefone e nome. As que uso são estas, são de metal e escondem bem os contactos. Só desenroscando o fecho se consegue aceder à informação.

5) coloque algo na mala que a identifique rapidamente. Por exemplo eu uso uma etiqueta vermelha. Mas pode colocar um elástico a toda a volta.

6) coloque um cadeado na mala, para em caso de perda não poderem retirar nada. Compre um bom, embora sejam pesados os mais pequenos são facilmente arrombados. Os que uso são estes.

7) reporte imediatamente à empresa que utilizou (avião, barco, etc)

8) faça um seguro de viagem que cubra estas eventualidades

9) verifique que de facto a mala é sua. Se tiver dúvidas abra para ver se são os seus pertences.

Embora não se possa evitar que as malas desapareçam as medidas acima ajudam a minimizar os problemas.

Então aqui vai a minha história. Durante a viagem ao sudoeste asiático apanhamos vários voos. Mas não foi aí que tivemos o pior problema. A pior situação que tivemos foi no barco entre Phuket e Koh Phi Phi em que uma pessoa pegou na minha mala por engano. Nós percebemos logo quando chegamos ao sítio das malas e mal olhamos para aquela mala percebemos que não era a minha. Era exatamente o mesmo modelo mas a minha não tinha um dos cordões e faltava a etiqueta com os meus contactos. Percebemos logo que tinha sido trocada e corri pelo porto todo para procurar a pessoa que tinha apanhado a minha mala… Não encontramos. A mala não tinha nenhum contacto… Apenas dois nomes diferentes em duas etiquetas na parte de fora da mala. Não havia morada, telefone, nada!

O J. contactou a empresa que fez o transporte que foi tão prestável como um vendedor de areia no deserto do Saara e restou-nos esperar. Tentamos encontrar a pessoa no Facebook, enviei mensagem, tentei ligar através do Messenger, mensagem no Instagram, nada… Passado duas horas alguém me enviou mensagem a dizer que tinha a minha mala (por causa da etiqueta) mas essa pessoa tinha apanhado um barco para outra ilha… Se a pessoa tivesse o contacto na mala, tal como eu, tínhamos logo ligado e provavelmente a pessoa ainda não teria apanhado o outro barco. Tudo evitável se as pessoas tomassem medidas de precaução!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s