Uncategorized

Alguma vez vais parar?

Muitas pessoas nos dizem que este ritmo de viagens não é sustentável. Outras auguram que quando (se) tivermos filhos as viagens vão parar.

A verdade é que acredito que jamais vamos parar de viajar. Acredito com todas as minhas forças que não. E a realidade a minha volta mostra exatamente o mesmo. Escrevo este post saída de um cruzeiro na baía de Ha Long. Neste cruzeiro apanhamos um casal de portugueses com filhos da nossa idade que estavam a fazer uma viagem parecida com a nossa. As condições eram diferentes, eles marcaram um pacote com uma agência, é bem certo mas estávamos no mesmo cruzeiro que nós, a visitar os mesmos países que nós. Também neste momento em que escrevo este post está alguém que eu conheço no Japão com o filho de um ano e meio.

Viajar não tem idade nem tamanho de família. É apenas a vontade de conhecer o mundo e a capacidade de adaptação que limitam ou não onde queremos ir…

4 thoughts on “Alguma vez vais parar?”

  1. Aviso: Se há argumento que me deixa profundamente irritada é esse.

    Os filhos não são impedimento para nada!!

    Já o DINHEIRO, ou melhor a falta dele, e o COMODISMO de muitos pais são um grande impedimento para muita coisa.

    Claro que a chegada dos filhos exige organização (Sim, as criancas dao trabalho), MUITA ginástica financeira e adaptação a novas formas de viajar, conforme as diferentes etapas de vida. E lembro que as crianças crescem num instante, não são bebés para sempre (infelizmente!), e quando se dá por ela até já sairam de casa.. 🙂

    Eu fui mae relativamente cedo para a minha geração. Há 20 anos atrás, não havia as facilidades que existem hoje em dia. E sempre viajamos bastante até a minha filha entrar para a escola primaria. Depois abrandamos um pouco o ritmo, por motivos obvios, até porque mudamos de país e tivemos que começar tudo do zero. Agora que ja nao temos de obedecer a datas escolares, retomamos o ritmo das viagens, a maioria a dois. Muitas das minhas amigas quando foram maes deixaram de viajar ou fazer coisas para não pertubar, incomodar as rotinas do bebé e ouvimos comentarios do tipo “Eles agora é que mandam!”

    Leio/sigo varios bloggers que deixaram (venderam) tudo para tras e foram dar a Volta ao Mundo durante 1 ano com os filhos, um dos casais inclusive com 4 filhos na altura. Por isso nao me venham com essa. Se as pessoas não querem ter filhos tudo bem, não usem é os filhos como desculpa para o seu egoismo/frustrações.

    Desculpa o longo comentario, mas é um tema ao qual sou particularmente sensível.
    Beijinhos

    Like

    1. Muito obrigada pelo comentário! Nao podia concordar mais!

      Nao imagina o quão fico contente por saber que há pessoas que concordam comigo. Tambem e’ um dos assuntos que mais me enerva. As vezes sinto que as pessoas têm uma vida de m### e nos querem arrastar para la… Tipo “como te atreves a ser feliz quando eu não sou?”. Tentam arranjar uma desculpa para as suas vidas miseráveis, e como nao tenho filhos e essa é a diferença entre a vida deles e a minha pronto, motivo encontrado.

      E sim, claro que a vida muda, mas como diz uma grande amiga minha que tem filhos, eu estava cá primeiro do que os filhos, pelo que sao eles que se vao adaptar a minha vida. E sim, claro que ha miudos complicados, claro que nem tudo são rosas, mas na verdade os pais mais atadinhos que vejo tem miúdos porreirissimos, e aos meus olhos os pais e’ que sao uns totos!

      Like

  2. “Tentam arranjar uma desculpa para as suas vidas miseráveis, e como nao tenho filhos e essa é a diferença entre a vida deles e a minha pronto, motivo encontrado.”

    Exactamente!
    Comigo era mais “Há mas só tens uma” ou então ” Mas tu tens uma menina, as raparigas são diferentes!”.
    Outro argumento que sempre me irritou bastante é ” tambem podiamos viajar mais mas temos que pagar a empregada, não tens pois não?”
    XX

    Like

    1. Isso mesmo! So de ler o seu comentário fico logo com urticária, como e’ que as pessoas são tao mas???

      Há sempre argumentos para justificar tudo no ponto de vista dos outros… E quando as pessoas me dizem “tu não tens filhos não podes falar”, como se só fosse possível comentar um determinado assunto quando se passa por ele. Eu nunca vi uma tourada na vida e mesmo assim posso ter uma opinião sobre touradas? Nunca fui sem abrigo, e entao nao posso ter uma opinião sobre que políticas podiam ajudar ao fim desse flagelo? Claro que nao vou comentar sobre pormenores específicos da educação de uma criança mas sei que valores vou ou não querer passar…

      Eu agora costumo responder quando me chateiam muito que tenho 100% de certeza que nao vou parar de viajar se tiver filhos porque pelo menos para Portugal tenho de ir para as crianças verem a família. Normalmente isso cala as pessoas…

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s