Uncategorized

Sozinha

Não acredito muito em coincidências e por isso mesmo cho que não é coincidência que o meu livro preferido seja o “sozinha” da Sarah Beirão (boa sorte para o tentarem encontrar!!!). Sem entrar em muito detalhe, este livro que foi escrito no inicio do sec. XX descreve a vida de alguem que tem de vencer a vida sozinha. Li-o ha muito tempo, tanto que ja nem sei onde o livro anda, mas ficou-me marcado. Mais do que pela historia de vida foi o facto de ficar ca dentro a ideia de que nao precisas de mais ninguem para teres sucesso.

Desde sempre que fiz muita coisa sozinha. Sempre preferi brincar sozinha, ler sozinha, jogar computador sozinha. E mais tarde estás actividades evoluíram e mais uma vez dou preferência a coisas que faça sozinha, ou que possa estar calada (uma ironia tendo em conta que eu falo pelos cotovelos). E embora esteja numa relação há muito tempo (12 anos!!) ambos adoramos os nossos momentos solitários. Vou ao cinema sozinha sem problema, almoço e janto dezenas de vezes em restaurantes sozinha, vou a concertos sozinha e já viajei até sozinha (para Maiorca e para Israel). Agora que a Ryanair pede um suplemento para marcar lugares juntos nós não pagamos e vamos separados… Tenho várias amigas que são como eu (assim de repente lembro-me da S. mas sei que há mais). Acima de tudo acho que as pessoas que são capazes de fazer coisas sozinhas são mais fortes, têm mais auto-estima e conhecem-se melhor do que os que necessitam de estar constantemente acompanhados.

Hoje tive outra estreia de fazer coisas sozinhas. Tinha combinado com uma amiga ir ver um musical mas o bebé dela ficou doente à última da hora e ela não pode vir. E vim… O bilhete estava comprado, eu queria muito ir e fui. O telemóvel faz uma brutal companhia, aproveitar estes momentos para refletir também é importante.

Por isso nunca deixem de fazer algo só porque não tem companhia… Abram a mente, o coração, a alma! Porque se não conseguimos tolerar a nossa própria companhia como é que conseguimos ser boa companhia para os que nos rodeiam?

(Post escrito no internalo do musical que vim ver sozinha)

20180808_192958.jpg

2 thoughts on “Sozinha”

  1. Esse foi um dos livros que marcou a minha adolescência. 🙂
    Fazia parte da mesma colecção de “Uma familia Inglesa” e da “Morgadinha dos Canaviais”, se não estou em erro e seguramente passou das mãos da minha mãe, para as minhas. Tenho no entanto a impressão pelo que li no blog, que seja alguns anos mais nova que eu, por isso acho surpreendente que tenha lido o livro.

    Em relação a fazer programas sozinha, nunca deixei de aproveitar os meus momentos a sós. Engraçado pensar que o meu primeiro voo sozinha foi precisamente a Londres, onde o meu marido me esperava, vários anos antes de sequer imaginar que um dia viria viver para o UK.

    Já agora fiquei curiosa de saber o nome do musical, pois por aqui também somos fãs…

    Like

    1. Olá Marshmallow!

      Que engraçado, de facto não há muita gente que conheça esta escritora. Inicialmente descobri este livro numa livraria no Luso e depois descobri que a minha avó tinha vários outros livros que devorei de seguida. Quando me mudei para o reino unido dei os livros que tinha dela mas agora estou a voltar a compra-los 🙂

      O musical que fui ver foi o Cats em Windsor. Desde que me mudei para o countryside inglês que me tornei mais preguiçosa de ir a Londres pelo que tenho tendência em ir a teatros mais próximos como Windsor, Reading, Woking, Camberley. Sao uma fração do preço que se paga em Londres e mais perto de casa.

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s