Viagens

Live from Ukraine

Não sei bem o motivo mas vir até à Ucrânia não foi algo que entrou cedo na minha wish post. Talvez depois de ter lido posts de pessoas que visitaram Chernobyl e alguns vídeos sobre Kiev é que comecei a pesquisar mais a sério. Talvez tenha sido o facto de terem tido um período conturbado em 2014, não sei… Só sei que dos países de leste este é o que mais me tem surpreendido. Kas próximas semanas publicarei mais detalhes mas aqui vão algumas fotos dos primeiros dois dias

20180331_150127Museu de Chernobyl

20180330_182920Bilhete de autocarro — 4 UAH / 0.12€

20180331_181410.jpgIgreja de Santo André

Viagens

Como visitar micro países?

Um dos meus objetivos ate fazer 40 anos é visitar todos os países da Europa. Isto obriga-me também a visitar micro países, como o Vaticano, Mónaco, San Marino, etc.

Muitos destes países não merecem uma viagem por si só. Ninguém vai ao vaticano apenas, junta sempre uma viagem a Roma, certo? Mas nem todos os países são assim. De acordo com esse poço de sabedoria que é a Wikipedia existem na Europa 6 micro países: Andorra, Liechtenstein, Malta, Mónaco, San Marino, e Vaticano. Aqui vão sugestões de como incluir estes micro países nas vossas viagens:

– Andorra: muito conhecido pelas estancias de ski sugiro que visitem durante os meses de inverno para as poderem aproveitar. Os aeroportos mais próximos são Barcelona e Girona.

– Liechtenstein: é um pouco complicado viajar ate la de transportes públicos pois implica alguns transbordos. Aluguem um carro, a partir do aeroporto de Zurique é cerca de 1h30. Umas horas são mais do que suficientes para conhecer a cidade de Liechtenstein.

– Malta: não percebo bem porque é que consideram este país um micro país, mas 316km ² são suficientemente pequenos para fazer este país entrar nesta lista. 5 dias são suficientes para conhecer Valeta, Mdina, Gozo e aproveitar o tempo maravilhoso que o país tem. Malta tem um aeroporto bem no meio com voos diários de várias cidades, inclusive Porto e Lisboa.

– Mónaco: o país dos casinos, do circo e dos carrões pode ser visitado durante todo o ano como um “city break”. O aeroporto mais perto é Nice que fica a 30 minutos de carro, mas também é possível ir de comboio, super-rápido!

– San Marino: este micro pais, a par com Andorra e Liechtenstein é provável que seja dos mais difíceis de visitar. Bologna e Ancona em Itália são os aeroportos mais próximos, mas implicam que se faca transbordo em Rimini. Aproveite para combinar uns dias na praia em Rimini com uma viagem em San Marino.

– Vaticano: situado mesmo no meio de Roma este é o país que menos “custara” a viajar. Aproveite 3/4 dias em Roma e visite o vaticano, perdendo-se pelos museus, o teto da capela sistina, praça de são pedro, etc.

2017-12-01 12.59.00.jpg

(visita a Liechtenstein em 2017 a aproveitar um city break em Zurique)

Viagens

Sites de pesquisa de voos

Por norma não pesquiso voos dentro dos sites das companhias aéreas. Hoje em dia acho que já não faz sentido, uma vez que nos obriga a saltar de pagina em pagina ate encontrarmos aquilo que pretendemos.

Os sites de pesquisa de voos estão cada vez mais na moda e os que mais uso são o skyscanner e o google flights. Existem muitos outros mas por uma questão de praticidade não utilizo mais nenhum. As principais funcionalidades que me agradam nestes sites são:

– Mostrarem todos os voos disponíveis para aquela rota especifica num so site

– Poder pesquisar o preço por mês, em vez de dia a dia. Ainda e’ possível pesquisar pelo mês mais barato!

– Os filtros: aeroportos, hora de partida, duração do voo, com escalas ou não, etc

– A monitorização: depois de fazer a pesquisa posso acompanhar a flutuação de preços porque o site me envia um email quando existe uma alteração.

– Poder pesquisar por pais em vez de um determinado destino

– Poder pesquisar sem destino concreto para perceber quais os melhores negócios para determinada data

Capture.PNG

Viagens

Google Maps – Como organizar a sua viagem

Acho que já deu para perceber que estão perante uma pessoa nerd, certo? 😊

Ok, posto isto tenho mais uma revelação a fazer: eu planeio as viagens todas ao pormenor. Embora seja flexível quando chego ao destino não abro mão de fazer um grande planeamento antes. Onde fica o hotel, como se deslocar entre pontos na cidade, como ir do aeroporto para o centro da cidade, etc. Uma faz ferramentas que utilizo e’ o google maps. Muita gente não sabe que e’ possível fazer mapas super personalizados.

Como fazer estes mapas?

Entre no google maps, abra o menu a esquerda e selecione “os seus locais”

1.PNG

Selecione mapas e no canto inferior esquerdo selecione “criar mapa”

2

E e’ isto! A partir dai pode escolher os pontos que quer visitar, organizar por camadas, cores, ícones, etc.Aqui em baixo podem ver alguns exemplos dos meus mapas:

Nova York:

Jersusalem:

Viagens

Como evitar “dores de cabeça” – Malas Perdidas

Felizmente apenas me aconteceu uma vez e foi com uma mala de mão. A nossa querida TAP perdeu-nos uma vez as nossas malas de mão no regresso a casa. O que muita gente não sabe é que as empresas de aviação não cobrem custos de substituição de itens quando a viagem se trata de um regresso a casa, a não ser que a empresa assuma que a mala não vai ser encontrada.

Assim, e mesmo antes de ter tido este infeliz episodio (que felizmente se resolveu) aprendi um truque que me evitaria dores de cabeça maiores caso a companhia aérea perdesse a minha mala.

  • Tenha uma muda de roupa na mala de mão – algo completo (calcas, top) e muda de roupa interior para dois dias.
  • Mantenha todos os objetos importantes na sua mala de mão tais como documentos, dinheiro, reservas, portáteis, maquinas fotográfica

Para alem disto eu ainda tenho uma segunda segurança. Levo na minha mala de mão uma mochila desdobrável que utilizo durante a viagem para carregar agua, maquina, documentos, etc. mas que durante a viagem, caso me enviem a mala de mão para o porão posso colocar facilmente tudo o que e’ importante mantem comigo:

  • Documentos – passaporte, cartão do cidadão, cartões de saúde, etc
  • Reservas – Hotel, cartões de embarque, etc
  • Uma muda de roupa interior
  • Coisas de valor – Portátil, tablet, dinheiro, maquina fotográfica
  • O que preciso durante a viagem

 

Viagens

Politicas de mala de mão das companhias aéreas

(actualizado a 3/09/2018)

Embora tenha preferência por certas companhias aéreas sinceramente se encontrar um preço apetecível voo com qualquer uma (sou uma vendida, bem sei!). No entanto fico sempre confusa porque a politica das companhias aéreas varia muito no que diz respeito a malas de mão.

Aqui fica um resumo destas politicas nas companhias aéreas que mais uso para os bilhetes mais baratos dentro da Europa:

 

Companhia Aerea Dimensão Peso Segunda Mala? Notas
British Airways 56 x 45 x 25cm 23 Kgs 40 x 30 x 15cm e máximo 23 kgs Não me recordo de alguma vez me terem mandado a mala de mão para o porão.
Easyjet 56 x 45 x 25cm Sem indicação de peso Não Não aceitam segundo item de bagagem e é comum enviarem a mala para o porão.
Germanwings / Eurowings 55 x 40 x 23 cm 8 Kgs 40 x 30 x 10 cm sem indicação de peso
Finnair 56 x 45 x 25 cm 8 Kgs (com a segunda mala) 40 cm x 30 cm x15 cm As duas malas tem de pesar entre si no máximo 8 Kgs
KLM 55 x 35 x 25 cm 12 Kgs (com a segunda mala) 40 x 30 x 15 cm As duas malas tem de pesar entre si no máximo 12 Kgs
Ryanair 55 x 40 x 20cm

A partir de 1 de novembro apenas poderão embarcar com uma mala de mão com 40x20x25cm

10 Kgs Pequena mala ate 35 x 20 x 20 sem indicação de peso Apenas a mala mais pequena pode viajar connosco. A mala maior é colocada no porão sem custos extra
SAS 55 x 40 x 23 cm 8 Kgs 40 x 30 x 15 cm sem indicação de peso
Tap 55 x 40 x 20 cm 8 Kgs Não É comum enviarem mala para o porão. Também é muito comum pesarem a mala de mão.
Jet 2 56cmx45cmx25cm 10 Kgs Não
Wizzair 55 X 40 X 23cm 10 Kgs Não +1 saco pequeno (40X30X18CM) se comprarem Wizz Priority
WOW 42 x 32 x 25cm 10 Kgs Não
Viagens

Como combater o medo de voar?

Com o passar dos anos desenvolvi algum medo em voar. Parece estranho para alguém que enfia no rabo num avião mais de 20 vezes por ano mas aconteceu. Alguns voos com bastante turbulência, uma aterragem dos diabos, e fiquei para sempre com algum nervoso miudinho por entrar em aviões. No entanto, este medo jamais me fez parar, e nunca pensei em deixar de viajar por causa disto. Com o passar dos anos desenvolvi alguns truques que partilho convosco, que não passam por tomar comprimidos:

  • Dormir – por mais estranho que pareça, consigo dormir bastante num avião. E isto faz com que o tempo passe mais depressa;
  • Mascar pastilhas – canaliza o meu nervoso miudinho para o mascar;
  • Pense no que vai estar a sua espera do lado de la da viagem – e’ família? Um destino paradisíaco? Um fim de semana fora? A sua cama? Seja o que for e por mais penoso que o voo seja, do lado de la esta felicidade;
  • Distraia-se – leia, veja filmes, series. O tempo passa mais depressa, mas acima de tudo o seu cérebro desliga-se;
  • Aperte a mão da pessoa que esta ao seu lado – seja sincero(a). A minha cara metade sabe do meu stress a viajar e mal note alguma turbulência dá-me sempre a mão.

Mesmo assim ainda não e’ suficiente para voar? Algumas companhias aéreas tem cursos que pode frequentar: A TAP tem o programa ganhar asas e a Easyjet tem o Fearless Flyer.

 

Dia a Dia

8 de Março

Muitas vezes, por causas várias, os reais motivos pelos quais se comemoram algumas datas são esquecidos. O dia 8 de março, dia da mulher não é exceção.

Sendo uma feminista cada vez mais assumida, seguro esta bandeira com orgulho. Já ouvi muito comentário idiota, sobre o facto de as mulheres serem extremistas, quererem fazer xixi de pe (a serio? Acham que esta batalha e’ mesmo porque queremos fazer xixi de pe?), que já somos tratadas iguais, pois muito se enganam. Machismo não e’ sempre explicito, esta entranhado nas crenças, dia a dia de todos e cabe a mim e a nos não aceitarmos que estes comportamentos existam a nossa frente.

São muitos os exemplos que me são colocados no dia a dia. A pessoa com quem partilho a minha vida não e’ assim (nem podia, eu não toleraria!) mas infelizmente pessoas próximas de mim continuam a achar que e’ normal me dizerem coisas que não diriam a um homem. Aqui vão exemplos:

– Não há muito tempo um familiar disse-me num pub que eu estava a ficar muito alcoólica porque estava a beber o meu segundo copo de vinho (eu sei, surreal!). Copo esse que nem fui eu que pedi.

Ao meu lado estava o meu marido, que ia na sua segunda bebida, a quem nada foi dito. Puro machismo!

– Uma mulher combina com o seu marido/companheiro que será este a ir buscar as crianças na escola nesse dia uma vez que esta tem um compromisso inadiável de trabalho.

Ele liga, 5 minutos antes da hora que e’ suposto apanhar as crianças a dizer que afinal não pode porque esta preso no trabalho. E’ suposto e expectável que a mulher cancele os seus compromissos profissionais. Puro machismo!

– Mulheres (sim, as mulheres também são super machistas!) que dizem que o marido não as ajuda de manha.

Aposto que estão a pensar que vou reparar no facto de o marido não estar em casa de manha. Estão enganados, existem famílias cujo marido tem de sair muito cedo de casa e, como tal, não pode estar presente de manha. O machismo esta na palavra “ajudar”. Ajudar implica que a responsabilidade e’ de um e o outro da uma perninha, la esta, para “ajudar”. Os filhos são dos dois, não me venham com desculpas. Puro machismo!

– Mães que vão a um restaurante com a família mas acabam por não comer nada porque estão a tomar conta do filho.

O pai fica descansado a comer e tem um momento relaxado. Puro machismo!

 

Por isso não precisamos de ir todas fazer manifestações, queimar soutiens. Vamos combater o machismo e lutar pela igualdade de géneros no dia-a-dia!