Fondue em Zurique para uma pessoa

Cometi o erro de casar com uma pessoa que não gosta de queijo. Vá, pronto, tem outras qualidades que compensam 😊

Embora no dia a dia não me traga muito transtorno, para alem de ter de “trancar” o queijo dentro do frigorifico em tupperwares, existem experiencias que não são tao fáceis de fazer por causa disto. Quando visitamos Zurique queria muito comer fondue de queijo. Eu amo queijo e fondue de queijo na Suíça não era algo que poderia deixar passar.

Depois de muito pesquisar (ou vá, 10 minutos…) descobri o Swiss Chuchi. Segundo o site do restaurante eles foram o primeiro restaurante na zona histórica a servir este prato. E, acima de tudo, tinham opção de fondue de queijo para uma pessoa! Marcação de mesa e’ extremamente aconselhável e pode ser feito no site do restaurante. La dentro verão que claramente e’ visitado tanto por locais como por turistas.

20171203_133020.jpg

O fondue vem com uma cesta de pão, no entanto optei por escolher um extra de batatas cozinhas.

20171203_133512.jpg

Pela refeição no total (entre mim e a minha cara metade) pagamos 76 francos Suíços. Embora não seja um preço acessível a todas as bolsas e’ um preço normal por uma refeição nesta parte do mundo.

 

Swiss Chuchi Restaurant

Website: https://www.hotel-adler.ch/index.php/en/restaurant

Telefone: +41 44 266 96 96

Rosengasse 10, 8001 Zürich

 

 

Mercados de Natal em Zurique

Não me recordo de ninguém que tenha dito que ia para a Suíça para ver mercados de Natal. No entanto sigo o blog fantástico de uma brasileira que mencionou varias vezes os mercados de Natal e pensei, porque não?

O mais conhecido e’ o da estacão central de Zurique. A sua principal atracão e’ a arvore de Natal (possível de ver na foto em cima) toda decorada com cristais Swarovski.

Em 2017 esteve aberto de 23 de Novembro a 24 de Dezembro. Informação sobre horário de abertura e outros eventos pode ser encontrada aqui.

2017-12-01 18.04.56_2017-12-01 18.05.02_0000.jpg

Por toda a cidade e’ possível praças decoradas com arvores de Natal, pequenos arranjos, etc., que contribuem para que o espirito natalício esteja espalhado pela cidade toda.

2017-12-02 12.55.15.jpg

Mercado de Werdmühleplatz

Mais do que o mercado em si, o especial sobre este e’ o facto de terem uma “arvore de natal” gigante onde ocorrem diariamente performances de coros. Fizemos isto imediatamente antes de apanharmos o voo e e’ uma das memorias que mais me recordo.

Em 2017 (ano em que visitamos), as performances aconteceram realizaram-se nos seguintes horários:

Segunda a Sexta – 17.30 e 18.30

Sabado e Domingo – 14.30, 15.30, 17.30 e 18.302017-12-03 14.28.14.jpg

O maior Mercado de Zurique acontece na Niederdorfstrasse e e’ um mercado tipicamente germânico. Aqui encontrara salsicha, cerveja, musica ao vivo, pista de gelo, crepes, etc, etc, etc. No final do mercado tem uma zona muito interessante com varias diversões para crianças. Comigo nunca falha a salsicha anual no mercado 😊

2017-12-02 15.58.15.jpg

A grande surpresa da viagem em termos de mercados aconteceu mesmo por acaso. Enquanto passeávamos na zona da estacão de comboios vimos imenso movimento vindo de uma praça que parecia estar fechada. Decididos a descobrir o que se passava (em bora hora o fizemos) descobrimos o Illuminarium! A fazer jus ao nume o Illuminarium e’ um mercado de Natal cuja atracão são os milhões de luzes e muitas projeções que são feitas nas paredes. Feito nos jardins do Landesmuseum, e’ feito com o intuito de simular um jardim de inverno. De 16 de Novembro a 31 de Dezembro (2017) o Wonderland e’ gratuito para visitas e esta aberto todos os dias entre as 17:00 e as 23:00.

La dentro existem alguns espetáculos que são pagos mas na altura não fomos porque a fila era interminável. Informação sobre o festival pode ser encontrada aqui.

2017-12-02 17.29.37_2017-12-02 17.29.39_0000.jpg

2017-12-02 17.48.01.jpg

BookNerd #1

Sou uma Book Nerd assumida. O espaço que os meus livros ocupam na minha vida e’ tao grande que ate tenho o meu canto de leitura em casa. E, como tal, gosto de me preparar para as viagens com um bom livro. A minha primeira recomendação e’ de um livro que comprei há alguns anos mas que só agora estou a ler (a velocidade a que compro livros e’ superior a’ velocidade que os leio). Peguei agora neste livro pela temática tao adequada a’ viagem que iremos fazer dentro de pouco tempo a’ Ucrânia.

“Vozes de Chernobyl”, de Svetlana Alexievich, vencedora do premio nobel da literatura em 2015, e’ o culminar de centenas de entrevistas a pessoas que viveram em primeira mão o maior desastre nuclear. E’ um livro forte, mas real, de uma tragedia que aconteceu um mês e dois dias antes de eu nascer, mas que marcou a minha geração. Uma tragedia que foi abafada pela maquina do governo, onde ate o julgamento dos responsáveis foi feito no meio de Chernobyl, onde puderam faze-lo sem a assistência do publico. Finalmente estas historias vieram a publico e esta na altura de todos nos fazermos uma reflexão consciente.

Titulo: Vozes de Chernobyl

Autora: Svetlana Alexievich

Versão em Português

Versao em Ingles

Como visitar Chernobyl?

Normalmente não e costumo escrever sobre algo que ainda não aconteceu. Mas devido ao desconhecimento sobre este tema achei que deveria escrever sobre o planeamento antes mesmo de ir. Certamente escreverei sobre a experiencia depois, mas para já vou-me centrar no planeamento.

Visitar Chernobyl não e algo que se possa fazer de forma independente. A primeira pergunta que se coloca sempre se e seguro. A resposta e simples: Sim e’ seguro. Muito recentemente foi construído um dome sobre a central nuclear que se espera que proteja durante cem anos. Para alem deste dome foram também instalados robots que são controlados remotamente que ajudarão a desmantelar o reator.

Também no final da visita todas as pessoas são sujeitas a um scan que determina se algum dos objectos ou roupa que trazem consigo foram expostos a radiação. Atenção que se isso acontecer os objectos ou roupa terão de ficar la e serão destruídos.

Existem varias empresas que fazem este tour, e todas elas tem de ter autorização do governo. E’ possível fazer esta visita num bate volta a partir de Kiev (opção que optamos). Como não fiz ainda o meu tour prefiro não dar já recomendação, mas vou utilizar uma das empresas da lista abaixo. Esta lista certamente não esta completa mas basta fazer uma pesquisa rápida no google que aparecerão varias empresas

Chernobyl Tour

Chernobylwel.com

Ukranian Web

Bolsa para levar coisas no avião – Review da “BlueBeach® Travel Electronics Accessories Organiser Bag”

Eu costumo levar o meu kit de entretenimento comigo no meu avião. O que costumo levar comigo podem encontrar aqui e aqui. Num destes posts falei brevemente sobre a bolsa que estou a utilizar neste momento, mas queria desenvolver um pouco mais.

Neste momento estou a utilizar esta. Na verdade comprei para o meu pai mas não chegou a tempo.

A principal vantagem desta bolsa e’ que consigo colocar tudo la dentro sem ser demasiado grande para transportar. Costumava usar uma mais pequena onde colocava os meus phones e um tapa olhos mas não cabia mais nada dentro.

Esta bolsa tem 19.5cm por 25 cm e quando se abre tem uma parte mais profunda onde coloco carregadores, phones, cabos, tapa olhos, etc; e no outro lado uma pequena bolsa com fecho onde coloco o tablet. Neste momento tenho um tablet de 8 polegadas e fica mesmo a justa.

bluebeach-r-travel-electronics-accessories-organiser-bag-case-for-chargers-cables--5291-500x500_0

71y7O4i1qvL._UX385_.jpg

Outra funcionalidade que adoro e’ o facto de ter 3 divisorias flexíveis que ajudam a criar barreiras para não ficar tudo uma bagunça.

bluebeach-r-travel-electronics-accessories-organiser-bag-case-for-chargers-cables--5290-500x500_0.jpg

E o toque final desta bolsa e’ o preco, £6.49 com entrega gratis para membros Amazon Prime.

NOTA: primeira e a segunda foto foram retiradas da Amazon  e a terceira imagem foi retirada do site K2 Computer.